Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio

Suplementos

Filtrar

Suplementos alimentares é na loja Energia do Corpo!

Você com certeza já deve ter ouvido falar sobre suplementos alimentares, não é mesmo? Seja através de um amigo ou conhecido, ou até mesmo para seu consumo próprio. Uma coisa é certa: os suplementos cada vez mais fazem parte da rotina alimentar das pessoas.

Para se ter uma ideia, uma pesquisa do ano de 2015 mostrou que mais de 50% dos brasileiros tomam algum tipo de suplemento alimentar. Nos Estados Unidos (maior consumidor de suplementos do mundo) esse consumo já faz parte de quase 70% da população.

Apesar do consumo de suplementos alimentares ter aumentado, muitas pessoas ainda utilizam os produtos sem qualquer indicação ou orientação profissional.

Isso mesmo, um estudo do ano de 2012 mostrou que 86% das pessoas consomem suplementos sem prescrição de um nutricionista e que 66% das pessoas sequer leem o rótulo dos produtos que adquirem.

Aqui na Energia do Corpo nos preocupamos com sua saúde e qualidade de vida. Priorizamos a suplementação consciente, de acordo com suas reais necessidades. Para isso, produzimos um material completo a fim de tirar todas as suas dúvidas antes de adquirir qualquer suplemento alimentar e não errar na hora da compra.

O que são suplementos alimentares?

Os suplementos alimentares são classificados como recursos ergogênicos nutricionais, ou seja, são alimentos que visam melhorar o rendimento físico. São formulações com uma ou várias substâncias que atuam na reposição de nutrientes, enzimas, probióticos ou outros componentes essenciais ao corpo humano.

Os produtos ganharam muito poder de venda por ter uma boa concentração de princípios ativos selecionados. Esses princípios podem potencializar a nutrição, principalmente de atletas, esportistas, ou pessoas que necessitam de uma dieta específica.

Um exemplo são os suplementos de carboidratos que são compostos apenas desse nutriente. É diferente de você consumir um alimento que é rico em carboidrato, mas tem outros componentes presentes, o que pode retardar o seu objetivo nutricional.

Os suplementos alimentares são constituídos por fontes concentradas de macro e/ou micronutrientes, como carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais, fibras alimentares, enzimas, ervas e extratos, assim como outras substâncias, que venham a complementar a alimentação ou suprir necessidades nutricionais específicas.

Qualquer pessoa pode tomar suplemento alimentar?

Os suplementos alimentares são indicados para casos específicos. É muito importante entender como eles funcionam e qual a indicação para cada indivíduo. Evite o uso indiscriminado de qualquer produto.

Lembre-se daquele famoso ditado: a diferença entre o remédio e o veneno está na sua dosagem e utilização. Muitas vezes, um produto inofensivo para alguma pessoa pode ser extremamente prejudicial para outra.

A suplementação alimentar é mais comum para dois grupos: 

  1. pessoas que têm alguma carência nutricional e
  2. praticantes de atividades físicas, esportistas e atletas que necessitam de melhor desempenho físico e mental.

É importante lembrar que não estar presente em um dos dois grupos não impossibilita o uso dos suplementos alimentares. Sempre busque a ajuda de um nutricionista para entender melhor sobre a sua necessidade.

Quando usar suplementos alimentares?

Os suplementos alimentares são associados à reposição de nutrientes em diversos casos. Os mais comuns são:

  • pessoas que passaram a consumir comidas rápidas e industrializadas devido a rotina acelerada;
  • indivíduos que passaram por tratamentos mais agressivos, como quimioterapia e outros e
  • pessoas que tiveram problemas de saúde que causam perda de nutrientes essenciais, como a anemia e a osteoporose.

Todos casos acima promovem uma deficiência nutricional muito grande que precisa ser reparada de alguma forma. Os suplementos alimentares trazem efeitos nutricionais, fisiológicos e metabólicos que complementam a dieta em todos esses casos. 

Principais benefícios dos suplementos alimentares

Os suplementos alimentares agregam diversos benefícios para o corpo. Eles podem ser consumidos na forma de sólidos, líquidos, em tabletes ou cápsulas, além de pastilhas mastigáveis ou efervescentes. 

Confira abaixo alguns desses benefícios:

  • combater o estresse e eliminar os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce;
  • fortalecer o sistema imunológico;
  • complementar a alimentação de idosos;
  • melhorar a atividade cerebral;
  • auxiliar na prevenção e tratamento de doenças;
  • ajudar no tratamento de problemas do trato gastrointestinal, ou seja, doenças que prejudicam a absorção de nutrientes;
  • auxiliar o tratamento de pacientes com caquexia (intensa perda de peso) e sarcopenia (perda de massa muscular);
  • reforçar os ossos do corpo;
  • colaborar no desempenho de atletas;
  • recuperar a musculatura e reduzir as dores musculares decorrentes do exercício e
  • contribuir no ganho de massa muscular.

A partir disso, podemos concluir que, atualmente, os suplementos alimentares passaram a ser fundamentais para repor as deficiências e carências nutricionais, independente da atividade, da faixa etária ou condição física que a pessoa se encontra.  

Para que servem os suplementos alimentares?

Os suplementos alimentares são utilizados para diversos fins. O consumo desses produtos está cada dia mais em alto e, normalmente, relacionado às pessoas que desejam emagrecer, melhorar o rendimento, aumentar massa muscular ou melhorar a qualidade de vida.

Essa é uma adesão comum, visto que temos uma população que está pegando gosto pelas atividades físicas e a prática esportiva. Com isso, a necessidade de seguir uma alimentação mais equilibrada aumentou e, consequentemente, houve a importância de adequar, todos os nutrientes essenciais em cada refeição: gorduras, proteínas, carboidratos, vitaminas, minerais, fibra alimentar e água. 

Levando tudo isso em consideração, o mercado de suplementos alimentares vem disponibilizando muitos recursos para os mais diversos objetivos, podendo auxiliar você a melhorar a recuperação muscular, aumentar ou perder peso, reduzir riscos de doenças, melhorar a resistência física ou beneficiar o rendimento esportivo.

Qual o melhor suplemento alimentar?

Há muito tempo médicos, treinadores, nutricionistas e esportistas buscam por uma melhor forma de aumentar o rendimento e o desempenho físico. O consumo de substâncias que possam suprir as necessidades, muitas vezes ambiciosas dos atletas e esportistas, fez aumentar a quantidade de estudos a fim de desenvolver e produzir novos e eficientes suplementos.

A falta de tempo aliada à facilidade de adquirir alimentos industrializados fez com que a alimentação da maioria da população se tornasse pouco saudável e carente de diversos nutrientes. Esses são fatores pontuais quando o assunto é escolher o melhor suplemento alimentar.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os suplementos não são recomendados somente para quem procura rendimento de alto nível. A nutrição diária também pode ser otimizada com os benefícios da suplementação, principalmente para melhorar a saúde e qualidade de vida das pessoas.

Partindo deste princípio, o melhor suplemento alimentar está diretamente ligado ao objetivo pessoal de cada um ou a alguma carência nutricional específica. O que faz a gente chegar à conclusão de que cada pessoa deve tomar um tipo específico de suplemento alimentar.

Sim, cada indivíduo tem suas necessidades e não há um tipo definitivo ou “o melhor” que atenda a todos.  Seja para ganhar massa muscular, emagrecer e definir, ganhar peso ou ter mais energia e disposição, o ideal é que cada fórmula seja devidamente prescrita por um profissional de saúde e bem monitorada e acompanhada.

Obviamente, para cada objetivo existe uma série de suplementos que se encaixam melhor, confira alguns:

Melhores suplementos para ganhar massa muscular

Os melhores suplementos para ganhar massa muscular são aqueles que favorecem o ganho de força e também uma recuperação mais rápida das fibras musculares. Entre os produtos mais famosos destacam-se os suplementos de creatina, os aminoácidos como os BCAA’s e as proteínas como a whey protein (proteína do soro do leite).

No entanto, é importante destacar que o processo de hipertrofia, que consiste no desenvolvimento e crescimento do tamanho das células musculares, está relacionado diretamente ao tipo de treinamento físico praticado.

Geralmente, os treinamentos praticados com cargas e que requerem explosão muscular são os que mais favorecem os ganhos. Podemos destacar entre essas atividades a natação, o ciclismo e as corridas de curtas distâncias, os treinamentos com cargas e a prática de algumas artes marciais.

Vale lembrar que nada impede que você ganhe massa muscular treinando modalidades como crossfit, pilates ou treinamento funcional, por exemplo. Isso ocorre, pois uma mesma modalidade pode ser usada para perder peso ou ganhar músculos, tudo vai depender da intensidade e do tipo de treinamento praticado.

Confira abaixo um pouco mais sobre os principais suplementos para ganhar massa muscular:

Suplementos de creatina 

A creatina é um dos suplementos mais estudados no mundo e um dos que apresenta melhores resultados. Sua ação consiste em aumentar os estoques de creatina fosfato (CP) no interior das células musculares. 

Esse composto permite um aumento na produção de energia rápida, facilitando a ressíntese da molécula de energia, chamada de ATP (trifosfato de adenosina).

Diversos estudos já comprovaram o efeito positivo que a creatina tem sobre a musculatura esquelética, melhorando os resultados de força e ganho de massa muscular na prática esportiva. 

Mas você acha que o suplemento é indicado somente para atletas? Que nada, um estudo de 2014 mostrou que o uso da creatina pode ser benéfico também para idosos. Isso mesmo, a suplementação com creatina melhorou o desempenho dos idosos, auxiliando o ganho de força e massa muscular deles.

Além disso, a creatina mostrou-se eficaz como uma excelente alternativa para o tratamento da sarcopenia (perda de coordenação e massa muscular).

Suplementos de aminoácidos

Um dos mais famosos suplementos de aminoácidos e que certamente você já deva ter ouvido falar é o BCAA. O nome BCAA (branched chain amino acids) vem da língua inglesa e significa aminoácidos de cadeia ramificada.

Esse tipo de suplemento é composto por três aminoácidos essenciais, a isoleucina, a leucina e a valina. Esses aminoácidos não podem ser produzidos pelo nosso corpo e por serem considerados essenciais, necessitam de um consumo através da alimentação ou suplementação alimentar.

A ação dos BCAA´s ficou famosa, pois nossa musculatura esquelética “alimenta-se” principalmente desse composto, ou seja, esses aminoácidos são os principais envolvidos no processo de reparação e recuperação muscular.

Tal efeito fez desse suplemento um dos preferidos de atletas e de praticantes de atividades físicas que buscam minimizar os desgastes musculares ou melhorar o processo de hipertrofia muscular.

Suplementos de proteína

Os suplementos de proteínas são os preferidos de bodybuilders e atletas das mais diversas modalidades e você sabe o porquê? O motivo é simples, as proteínas promovem uma recuperação mais rápida das fibras musculares, favorecendo, assim, o ganho de massa muscular.

As proteínas são os “tijolos” responsáveis por reparar e construir uma musculatura mais forte e resistente. Ao praticar uma atividade física, principalmente aquelas com cargas e de alta intensidade, as fibras musculares sofrem micro lesões, que necessitam de um suporte nutricional adequado para que fiquem mais fortes.

Um dos principais e mais conhecidos suplementos de proteínas é a whey protein (proteína do soro do leite). Você certamente já deve ter ouvido falar dela, não é mesmo? Mas você sabe o porquê de ela ser tão famosa?

A whey protein ganhou grande destaque porque além de ser uma proteína de alto valor biológico, ou seja, aquela que possui todos os aminoácidos essenciais, ela ainda conta uma digestão e absorção muito rápidas.

Isso é importante dado que, ao terminar uma sessão de atividades físicas, o seu corpo, que está em um processo de catabolismo, passa a necessitar de nutrientes específicos para promover o anabolismo (crescimento muscular) e quanto mais rápido esse processo ocorrer, melhores são os resultados.

Vale lembrar, que a whey protein talvez seja a mais conhecida, mas outras proteínas de alto valor biológico como a albumina (clara do ovo), o beef protein (proteína da carne) e também as proteínas vegetais como a do arroz (rice protein) ou da ervilha (pea protein) são excelentes para ajudar no processo de ganhar massa muscular. 

Melhores suplementos para emagrecer

Os melhores suplementos para emagrecer e definir são aqueles que ajudam a controlar o apetite ou a acelerar o metabolismo. Ambos possuem suas vantagens e desvantagens.

Os suplementos inibidores de apetite podem ser usados por qualquer pessoa, pois eles são livres de estimulantes e geralmente são compostos por fibras, ervas, aminoácidos, vitaminas ou minerais.

Já os suplementos que aceleram o metabolismo são compostos basicamente por substâncias estimulantes e entre elas, a que mais se destaca é a cafeína.

Vale lembrar que para emagrecer e definir você necessita consumir menos calorias do que consome no dia, ou seja, precisa possuir um déficit calórico. No entanto, para uma perda de peso saudável (minimizando a perda de massa muscular), não deve haver uma diminuição acima de 0,5kg ou 1kg por semana.

Apesar do processo parecer simples, muitas pessoas possuem uma enorme dificuldade para emagrecer, seja em seguir um plano alimentar ou até mesmo em praticar atividades físicas.

Para aquelas pessoas, o consumo de suplementos tornou-se uma forma eficaz para ajudar a controlar a ansiedade ou acelerar o metabolismo, ou até mesmo para proporcionar ânimo e disposição para encarar as atividades físicas diárias. 

Melhores suplementos para ganhar peso

Quem nunca sonhou em comer de tudo e não engordar? Apesar de isso ser o sonho de algumas pessoas, pode ser o pesadelo para outras.

Muitos indivíduos sofrem quando o assunto é ganhar peso, isso porque muitas pessoas possuem um metabolismo extremamente acelerado ou muitas vezes não conseguem consumir no dia as calorias necessárias para manter ou aumentar o peso.

O processo de ganhar peso consiste em consumir mais calorias do que seu corpo consome no dia, ou seja, há uma necessidade de se manter um balanço calórico positivo.

A vida corrida e a alimentação desequilibrada são fatores que contribuem para dificuldade em ganhar peso. Vale lembrar que as calorias são necessárias para aumentar o peso, mas outros nutrientes como vitaminas e minerais também são essenciais para esse processo.

Para muitas pessoas, é difícil manter uma alimentação equilibrada ou com grande volume de alimentos durante o dia e, para esses casos, o uso de suplementos alimentares é fundamental para se manter saudável.

Alguns suplementos são desenvolvidos especialmente para quem busca ganhar peso, que é o caso dos hipercalóricos. Esse grupo de suplementos, como o nome já diz, são ricos em calorias. As formulações são produzidas em pó para preparo que podem ser diluídas em água, sucos ou leites.

Você sabia que cada nutriente possui uma quantidade específica de calorias? Isso mesmo, os carboidratos e as proteínas fornecem quatro calorias para cada grama, já as gorduras, nove calorias. Isso nos faz perceber que alimentos ricos em gorduras, geralmente “engordam” mais que alimentos com baixas quantidades do nutriente.

Por isso, alguns alimentos são muito utilizados por quem quer ganhar peso, como o caso das pastas de amendoim, abacate, oleaginosas, ovos, carnes e demais alimentos ricos em gorduras. Mas, como tudo na vida, é preciso ter cuidado com os excessos. Indicamos sempre a orientação de um profissional habilitado para adequar a dieta. 

Mas lembre-se, não pense que somente com uma dieta rica em lipídeos (gorduras) você ganhará peso fácil. É muito importante equilibrar os nutrientes e consumir também uma quantidade adequada de carboidratos (principal fonte de energia rápida para o corpo) e proteínas (reparadoras da musculatura).

Não se esqueça que o processo de ganhar peso inclui uma alimentação equilibrada, onde o consumo de carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais precisa estar adequado as suas necessidades. Os suplementos servem como um recurso extra e importante para te ajudar nessa jornada.

Suplemento alimentar na prática esportiva

O mercado de suplementos alimentares cresce a cada dia e é cada vez mais comum ver em prateleiras de lojas especializadas os mais diversos tipos de suplementos. Mas tanta variedade muitas vezes pode confundir, não é mesmo?

Antes de usar qualquer suplemento, é de suma importância conhecer e saber o que se está ingerindo e entender qual a necessidade específica de consumo. Cada modalidade esportiva e biotipo podem influenciar na hora da escolha.

Musculação

A musculação é uma prática esportiva de exercícios com cargas e pesos, cujo esporte é o fisiculturismo. Quem pratica a modalidade tem como objetivos principais aumentar a hipertrofia muscular, ganhar força ou potência muscular.

Por ser uma atividade de duração mais curta, mas com elevada intensidade, a musculação também tem sido muito procurada por pessoas que querem emagrecer e tonificar os músculos.

É muito comum o uso de suplementos alimentares na musculação. A lista de produtos consumidos pelos adeptos é grande e pode variar de acordo com o objetivo pessoal de cada indivíduo.

Os suplementos mais usados para ganhar massa muscular e melhorar o processo de hipertrofia são:

  • creatina;
  • carboidratos e hipercalóricos;
  • vasodilatadores;
  • proteínas e
  • aminoácidos.

Já os suplementos mais usados para quem quer emagrecer e definir o corpo são:

  • inibidores de apetite;
  • diuréticos e
  • termogênicos.

Entretanto, antes de utilizar qualquer suplemento, é importante consultar um profissional especializado e adequar o uso dos suplementos com a sua rotina alimentar e exercícios físicos praticados. 

Crossfit

O crossfit é uma modalidade recente (ano de 2000) e consiste em uma prática esportiva dinâmica e recomendada para diversas idades.

Pode ser praticado por pessoas que querem desenvolver habilidades físicas de maneira completa e eficiente ou por atletas que necessitam de preparações específicas.

O conceito do crossfit é promover saúde com treinos focados nas aptidões básicas do corpo. Mesclando exercícios variados que trabalham força, potência e resistência, o crossfit caiu no gosto popular por trabalhar exercícios de alta intensidade e curta duração.

O mecanismo de trabalho força o praticante a desempenhar o seu melhor, trabalhando o físico e o emocional.

Por ser uma modalidade que exige muito do corpo, é comum os praticantes de crossfit fazerem uso de suplementos alimentares. Os mais consumidos são os repositores de eletrólitos, os carboidratos, as proteínas e aminoácidos e também os pré-treinos.

  • Repositores de Eletrólitos - são muito consumidos por praticantes de crossfit, já que a modalidade de alta intensidade provoca um aumento da sudorese. É comum que esses compostos também sejam ricos em carboidratos, que vão ajudar na reposição dos estoques de glicogênio muscular.
  • Proteínas e Aminoácidos - a alta intensidade dos treinos faz com que se exija muito da musculatura, podendo causar fadiga e indisposição física. Os suplementos de aminoácidos e proteínas aceleram a recuperação muscular e deixam seu corpo mais preparado para aguentar a rotina de treinos.
  • Pré-Treinos - esses suplementos são ricos em estimulantes e ajudam o praticante a ter mais ânimo e disposição para encarar a rotina de treinos. Vale ressaltar que o crossfit é uma modalidade de alta intensidade, a qual acelera bastante os batimentos cardíacos. Por esse motivo é recomendado o uso do tipo de suplemento em questão com cautela.

Lutas

As artes marciais fazem parte de uma prática milenar a qual se engloba diversas modalidades que podem variar de acordo com o país e a cultura de cada povo.

O mundo das artes marciais ganhou ainda mais evidência na mídia atual com o surgimento das artes marciais mistas (MMA). As lutas exigem muito do corpo, tanto da parte física como da parte psicológica.

Disciplina, comprometimento, foco, cuidados com a alimentação, condicionamento físico e descanso, esses são os pilares para quem pratica artes marciais.

Escolher os nutrientes adequados são requisitos básicos para extrair o máximo de desempenho na prática de qualquer arte marcial e podem fazer toda a diferença.

Quem pratica alguma modalidade de luta sabe o quanto é desgastante e o quanto se exige do corpo. Por esse motivo, alguns suplementos alimentares são muito indicados como as proteínas, carboidratos, repositores de eletrólitos, creatina e aminoácidos.

  • Carboidratos e Repositores de Eletrólitos - a alta taxa calórica gasta com atividades prolongadas, como as artes marciais, necessitam ser repostas. Esde tipo de suplemento é importante para manter os estoques de glicogênio altos e evitar a perda de massa muscular, além de colaborar para o desempenho durante os treinos.
  • Aminoácidos e Proteínas - como há uma grande exigência da parte muscular, é importante que haja uma correta recuperação da musculatura através de um consumo equilibrado dos nutrientes. Muitas vezes, não se consegue repor através da alimentação, necessitando, assim, do consumo de suplementos para ajudar nesse processo.
  • Creatina - este suplemento é muito utilizado por praticantes de lutas, já que melhora o ganho de força e explosão muscular. No entanto, a creatina quando absorvida pelo organismo, faz com que ocorra uma retenção de água na musculatura. Esse processo pode causar um aumento de peso, o que pode ser prejudicial em modalidades que se exigem controle de peso por categorias.
  • Pré-Treinos e Termogênicos - muitos praticantes de artes marciais utilizam esses produtos com o intuito de ter mais ânimo e energia ou perder aqueles quilinhos a mais. Mas lembre-se, os compostos possuem estimulantes que podem acelerar os batimentos cardíacos e com isso, prejudicar a saúde. Consuma com consciência e com moderação.

Como existem diferentes modalidades de artes marciais e muitas delas são organizadas em competições, há uma exigência de maiores cuidados, principalmente com o consumo de suplementos que possam causar algum tipo de punição através de exames antidoping.

Lembre-se de que suplementos alimentares devem ser liberados pelos órgãos fiscalizadores (ANVISA e Ministério da Saúde) para que possam ser consumidos de forma segura.

Pilates

Os exercícios praticados no pilates exigem muito de todo corpo. A modalidade criada pelo alemão Joseph Pilates surgiu oficialmente no ano de 1923 e ganhou fama a partir dos anos 40.

Joseph na infância, sofria de algumas doenças como asma, raquitismo e febre reumática, então resolveu adaptar exercícios para melhorar sua condição física e a qualidade de vida.

A prática de pilates trabalha movimentos e exercícios que exigem um controle completo do corpo. Força, concentração, resistência e coordenação motora são algumas habilidades desenvolvidas através dos exercícios.

O uso de suplementos alimentares ajuda a potencializar os resultados do pilates. Alguns suplementos como proteínas, aminoácidos, vitaminas e minerais são os mais utilizados.

Entre as proteínas, as mais consumidas são:

  • whey protein (proteína do soro do leite);
  • beef protein (proteína da carne) e
  • vegan protein (proteínas vegetais).

Estas proteínas agem recuperando as micro lesões musculares sofridas durante as sessões de treinos e são importantes para acelerarem o processo de recuperação muscular.

Alguns praticantes optam por usar aminoácidos, em especial os que contenham aminoácidos essenciais como os BCAAs (aminoácidos de cadeia ramificada).

Entre os aminoácidos, os mais utilizados são:

  • BCAA (Isoleucina, Leucina e Valina);
  • aminoácidos essenciais (9 aminoácidos essenciais na composição) e
  • glutamina (apesar de não ser considerada essencial é muito importante para recuperação muscular e melhora do sistema imunológico).

Os complexos de aminoácidos ajudam a evitar a fadiga e melhorar a recuperação muscular.

Já as vitaminas e minerais, são comumente usadas por praticantes que buscam maior bem-estar e qualidade de vida, já que compostos essenciais em foco colaboram para o bom funcionamento de todo corpo.

Corridas

As corridas fazem parte da essência humana e remetem a pré-história, onde essa atividade estava relacionada à caça e à sobrevivência. Dessa forma, a corrida pode ser considerada um dos esportes mais antigos do mundo.

A corrida já fazia parte dos primeiros jogos olímpicos no ano de 1896 e, com o passar dos anos, foi ganhando cada vez mais adeptos. Para praticar o exercício é simples, basta ter uma roupa e um par de tênis adequados.

No entanto, engana-se quem pensa que correr é fácil. O exercício exige resistência, explosão muscular, coordenação motora e também técnica.

Existem diferentes tipos de corridas e por isso há uma variação grande no biotipo dos corredores que podem ser chamados de sprinters (velocistas) ou fundistas. 

É natural você observar corredores de distâncias curtas (sprinters) muito velozes, com maior volume de massa muscular e os corredores de longas distâncias (fundistas) com corpos mais franzinos e muito resistentes.

Isso ocorre porque corredores de curta distância necessitam executar movimentos muito fortes e rápidos, exigindo, assim, um maior recrutamento das fibras musculares do tipo brancas. Já os corredores de longas distâncias, necessitam executar movimentos constantes com alta resistência física, recrutando, portanto, fibras do tipo vermelhas.

Por isso, quando falamos de suplementos alimentares para corredores, é importante diferenciarmos o tipo de corrida praticada.

Para os corredores de distâncias curtas, que possuem maior volume muscular e necessitam de maior força e explosão muscular, alguns suplementos são mais consumidos:

  • vasodilatadores - compostos que melhoram o fluxo sanguíneo e o transporte de nutrientes e sangue para as células musculares; 
  • creatina - suplemento muito utilizado por sua ação no ganho de força e explosão muscular;
  • aminoácidos - muito usados para reparar as micro lesões ocorridas durante os treinos e provas intensas;
  • proteínas - assim como os aminoácidos, elas são essenciais para atletas de alto rendimento, já que esses compostos recuperam a musculatura e preparam o corpo para suportar novas sessões de treino.

Para os corredores de longas distâncias, onde há uma necessidade maior de resistência física, os suplementos mais utilizados são aqueles voltados a promover energia e nutrição adequadas para suportar os árduos treinamentos, sendo os mais comuns:

  • repositores de eletrólitos - suplementos que ajudam a hidratar e a repor os minerais sódio, potássio e cloreto, evitando que o atleta sofra com câimbras e desconfortos decorrentes da desidratação. Importante lembrar que somente a água não dá conta de repor tudo que um atleta necessita, principalmente após a primeira hora de treino intenso.
  • carboidratos - os suplementos de carboidratos podem ser em líquidos, barras, balas ou géis. É comum ver, em provas, os corredores usando sachês de carboidrato, geralmente esses compostos são fáceis de ingerir e a grande maioria já possui eletrólitos e demais compostos juntos. O consumo de carboidratos deve sempre estar associado à água, permitindo uma melhor digestão e absorção.
  • aminoácidos - com o desgaste constante da musculatura, há uma alta produção de hormônios catabólicos como glucagon e cortisol, responsáveis por produzir e fornecer energia para o corpo em atividade. O grande problema é que aqueles hormônios depletam o organismo e podem baixar a imunidade e diminuir a performance. Diante disso, alguns aminoácidos como os BCAAs (aminoácidos de cadeia ramificada) e a glutamina são muito utilizados para amenizar o desgaste muscular e complementar a ação dos carboidratos.

Esses são os principais suplementos utilizados por corredores. Vale lembrar que existem diversas opções e variações no mercado, porém, para uma correta utilização dos produtos, é recomendada sempre a consulta com um profissional especializado.

Ciclismo

Você sabia que a bicicleta com pedais foi criada no ano de 1839 pelo ferreiro escocês Kirkpatrick MacMillan. O mais interessante é que o modelo começou a ser fabricado apenas 30 anos depois, pelo inglês Thomas McCall.

Uma coisa é certa, o veículo de duas rodas caiu no gosto das pessoas. Para se ter uma ideia, no Brasil, temos mais bicicletas do que carros. Segunda a Organização das Nações Unidas (ONU), a bicicleta é considerada o transporte ecologicamente mais sustentável do planeta.

O ciclismo como esporte faz parte dos Jogos Olímpicos desde sua primeira edição em 1896. O esporte é dividido em modalidades como mountain bike, BMX (bicicross), ciclismo de estrada e pista, além do ciclismo no triathlon.

No entanto, seja qual a modalidade escolhida, o desgaste é grande e o uso de suplementos alimentares acaba fazendo parte da rotina dos atletas e praticantes.

Alguns suplementos alimentares se fazem mais presentes quando o assunto é ciclismo, eis a seguir:

  • repositores de eletrólitos e carboidratos - esses suplementos são usados como forma de repor as energias e principalmente os eletrólitos perdidos no processo de desidratação que o corpo sofre ao longo das atividades. Muitos compostos possuem misturas de diferentes ingredientes como carboidratos, aminoácidos, vitaminas e minerais.
  • vitaminas e minerais - seja a base de cápsulas, balas ou pastilhas efervescentes, esses compostos são essenciais para manter a saúde do organismo de quem pedala. Elas ajudam a regular o metabolismo e fortalecer o sistema imunológico.
  • vasodilatadores e creatina - suplementos muito buscados por quem precisa de força e explosão muscular, principalmente em modalidades que necessitam de sprints. É comum escutar o conceito “sprint final”, em que competidor busca uma aceleração máxima antes de chegada.
  • aminoácidos e proteínas - entre os aminoácidos, os mais utilizados são os BCAA’s (formulados por aminoácidos essenciais, isoleucina, leucina e valina) e também a glutamina (responsável pela melhora do sistema imunológico e da recuperação muscular). Também é muito comum os atletas e praticantes usarem suplementos de proteína como whey protein (soro do leite), albumina (clara do ovo) e beef protein (proteína da carne).

Independentemente da modalidade do ciclismo praticada, o importante é saber equilibrar suas necessidades de consumo, conseguindo extrair o máximo de desempenho sem prejudicar a saúde.

Quais os perigos do consumo excessivo de suplementos?

O uso de suplementos é indicado somente para casos específicos, em que há uma necessidade de repor algum nutriente ou em que a necessidade diária da pessoa não é suprida por meio da alimentação, como é o caso da maioria dos atletas e esportistas.

Usar suplementos de forma indiscriminada pode ser prejudicial para sua saúde, pois eles podem provocar sobrecarga dos órgãos responsáveis por nosso metabolismo, como o fígado e os rins, prejudicando, dessa forma, todo o funcionamento do corpo.

Além disso, o consumo excessivo de suplementos pode provocar outras reações adversas como: 

  • Intoxicações;
  • cálculos renais;
  • sobrecarga de órgãos como fígado e rins;
  • dores de cabeça;
  • reações e alergias na pele;
  • taquicardia, fadiga e insônia;
  • reações gastrointestinais e
  • má absorção de nutrientes.

Não quer correr riscos ao tomar suplementos alimentares? Lembre-se sempre de procurar um especialista no assunto! O médico e o nutricionista são os profissionais mais indicados para prescrever os produtos em questão.

A frequência com que deve ser tomado e o limite de cada suplemento é algo extremamente individual e dependerá do estilo de vida de cada pessoa e do grau de necessidade ou deficiência de nutrientes específicos.

Mas há também pontos positivos. Um exemplo é a melhoria de desempenho do atleta, seja potencializando o ganho da massa muscular ou promovendo melhor rendimento na hora do treino ou competição. 

Além disso, os suplementos alimentares podem auxiliar na prevenção ou tratamento de algumas doenças, inclusive o câncer.

Quais os principais tipos de suplementos alimentares?

Suplementos de Carboidrato

Os carboidratos são a principal fonte energética do organismo e estão diretamente ligados à produção de energia e ao armazenamento de glicogênio muscular e hepático.

Eles servem de substrato para as mais diversas funções, incluindo a respiração, a circulação sanguínea e a contração muscular. O carboidrato também é a principal fonte energética do cérebro, servindo de substrato contínuo para os neurônios, através da corrente sanguínea.

Os carboidratos evitam o catabolismo muscular, inibindo a utilização de outros substratos pelo organismo como fonte de energia, principalmente as proteínas dos músculos. 

Os principais suplementos de carboidratos são a maltodextrina, a dextrose, a palatinose e o waxy maize. Alguns suplementos possuem uma mistura daqueles carboidratos, apresentando diferente índices glicêmicos (IG), que é a capacidade que o carboidrato tem de liberar açúcar (glicose) no sangue.

Proteínas e aminoácidos

As proteínas são formadas através de ligações peptídicas entre aminoácidos e são as principais responsáveis pelos processos de reconstrução muscular. Sua utilização é comum por pessoas que buscam melhora na reparação muscular, assim como ganho de massa muscular e definição.

Micro lesões causadas por treinamentos intensos necessitam de um maior aporte proteico para que sejam reparadas de forma otimizada, sem prejudicar o rendimento e o desenvolvimento muscular.

Dentre os suplementos de proteína, destacam-se a whey protein (proteína do soro do leite), o beef protein (proteína da carne), a albumina (clara do ovo), a caseína (proteína do leite), o rice protein (proteína do arroz), a pea protein (proteína da ervilha) e a proteína de soja.

Os aminoácidos são moléculas orgânicas indispensáveis para formação das proteínas. Existem diversos tipos de aminoácidos presentes na natureza, mas somente vinte aparecem no código genético. 

Os aminoácidos são divididos em essenciais, não essenciais e condicionalmente essenciais.

Aminoácidos essenciais não podem ser produzidos pelo organismo e é necessária sua ingestão através da alimentação ou suplementação. 

Os aminoácidos não essenciais podem ser produzidos através de outros aminoácidos essenciais e os condicionalmente essenciais são aminoácidos que passam a ser necessários em algumas situações específicas, como no estresse metabólico ou na infância.

Diversos aminoácidos são amplamente usados na suplementação alimentar, com destaque especial para os BCAAs (aminoácidos de cadeia ramificada, formados por leucina, Isoleucina e valina), a glutamina e a arginina.

Suplementos termogênicos

Os suplementos termogênicos são desenvolvidos com substâncias que aceleram o metabolismo e potencializam a queima de gordura corporal. Esses suplementos são geralmente compostos por estimulantes como a cafeína e a sinefrina (citrus aurantium).

As substâncias possuem ação sobre o sistema nervoso central, inibindo os receptores de adenosina. O neurotransmissor age no controle da frequência cardíaca, na pressão sanguínea e na temperatura corporal. 

Com a inibição dos receptores de adenosina, há estimulação neural e vasoconstrição, fazendo com que fiquemos mais dispostos e alertas, proporcionando uma sensação de revigoramento e diminuição da fadiga.

Os suplementos com estimulantes fazem com que ocorram disparos de adrenalina, o que resulta em aumento da pressão arterial, taquicardia, além de aumento do metabolismo e da contração muscular. 

Por esse motivo, eles são amplamente utilizados na prática de atividades físicas onde o intuito é aumento de disposição e queima de gordura corporal, com consequente definição muscular.

Outros termogênicos não possuem estimulantes na composição e podem ser formados por outras substâncias como as fibras, aminoácidos, óleos, extratos de plantas, raízes e algumas vitaminas e minerais específicos. Os inibidores de apetite, os diuréticos e a l-carnitina merecem destaque especial!

Vitaminas e minerais

As vitaminas e minerais são micronutrientes essenciais a diversas reações do organismo, incluindo a regulação hormonal, sanguínea, muscular e metabólica. Possuem importante função no metabolismo de gorduras, carboidratos e proteínas e são indispensáveis para uma vida saudável.

O corpo humano não pode sintetizar (produzir) grande parte das vitaminas e minerais e por esse motivo precisamos consumi-las através de diferentes alimentos ou suplementos. 

Apesar de serem necessárias em quantidades muito pequenas, a carência de vitaminas ou minerais pode causar graves alterações no funcionamento do organismo e problemas de saúde.

Os suplementos de vitaminas e minerais podem ser encontrados em formulações específicas com apenas um mineral ou vitamina, ou também em compostos complexos com a união de todos os micronutrientes comumente chamados de suplementos multivitamínicos minerais.

Quais os melhores suplementos para mulheres

Cada vez mais cresce a atenção e preocupação com a saúde da mulher e muitas empresas atentam-se para fórmulas inovadoras feitas especialmente para o público feminino.

O objetivo de cada mulher pode ser distinto e variar entre ganho de massa muscular, emagrecimento ou saúde e bem-estar. Vale lembrar que as mulheres possuem algumas fases especiais na vida, como a gestação e a menopausa, e por isso, muitas indústrias e fábricas de suplementos desenvolvem fórmulas para ajudá-las em todas as fases da vida.

Entre os suplementos emagrecedores para mulheres, alguns possuem destaque especial, como:

  • cafeína - esse talvez seja o mais conhecido dos suplementos termogênicos, principalmente a cafeína sintética, a qual tem excelente poder de emagrecimento e é um dos preferidos das mulheres;
  • diuréticos - ricos em extratos de ervas e folhas, eles colaboram para eliminar o excesso de líquidos do organismo, diminuindo a sensação de inchaço que afeta muitas mulheres e
  • inibidores de apetite - essas fórmulas geralmente contêm fibras e extratos naturais que agem diminuindo a sensação de fome, colaborando para dietas de emagrecimento, sendo um dos suplementos preferidos das mulheres. Outro benefício é que a grande maioria não contém estimulantes na fórmula.

Para mulheres que buscam ganho de massa muscular, há algumas opções muito interessantes, como:

  • whey protein - a famosa proteína do soro do leite é uma das preferidas das mulheres, pois geralmente contém baixa quantidade de carboidratos e gorduras. Algumas versões foram desenvolvidas especialmente para o público feminino e são chamadas carinhosamente de whey feminina. Essas são geralmente compostas por proteína do soro do leite, colágeno hidrolisado, vitaminas e minerais específicos;
  • vegan protein - as proteínas vegetais caíram na graça das mulheres, em especial as que buscam uma alimentação mais natural. Com o crescimento do público vegetariano e vegano, essas proteínas são sucesso total e
  • beef protein - a proteína da carne tornou-se uma alternativa muito interessante para mulheres que sofrem com alergia ou intolerância à proteína do leite. O beef protein possui quantidades baixíssimas de carboidratos, gorduras e sódio.

Nem sempre as mulheres buscam por suplementos que propiciem ganho de massa muscular ou emagrecimento, muitas vezes, a preocupação maior é com saúde e qualidade de vida, ou até mesmo com a parte estética de cuidados com a pele, cabelos e unhas.

Alguns suplementos são desenvolvidos especialmente para mulheres vaidosas e preocupadas com a saúde do corpo, vejamos alguns exemplos:

  • colágeno hidrolisado e acido hialurônico - esses compostos podem ser usados juntos ou separados, mas uma coisa é certa, eles são os aliados perfeitos quando o assunto é cuidado da pele, unhas e cabelos das mulheres;
  • vitaminas e minerais - as vitaminas e os minerais são muito consumidos pelo público feminino e fazem parte da rotina diária de muitas mulheres. Esses micronutrientes colaboram para melhora do humor, da imunidade, da saúde óssea, sanguínea, entre diversos outros benefícios e
  • óleos essenciais - entre os óleos essenciais podemos destacar o ômega-3. O composto é muito indicado para mulheres, pois ajuda a memória e pode colaborar para reduzir os níveis de triglicerídios, além de agir como um antiinflamatório natural. O ômega-3, rico em DHA (ácido docosahexaenóico) também é muito usado na gestação, já que colabora para a formação do tubo neural do feto.

Agora que você já conhece os principais suplementos para mulheres, que tal começar a usar e sentir a diferença no seu corpo e na sua saúde? 

Você sabia que aqui na Energia do Corpo contamos com atendimento com nutricionista especializado? Isso mesmo, você realiza suas compras com o suporte de quem entende do assunto!

Qual melhor horário para consumir suplementos?

Existem variadas fórmulas de suplementos alimentares, cada uma com uma composição e posologia (dosagem) diferentes e isso vai interferir diretamente no horário de consumo dos produtos.

Confira abaixo o horário mais indicado para o consumo dos principais suplementos alimentares:

  • creatina - melhor horário para usar o suplemento é junto a algum alimento que contenha carboidrato, principalmente após as sessões de treinamento, já que suas células vão estar mais receptivas a absorver o nutriente. Importante sempre consumir a creatina com água, já que ao entrar na musculatura a creatina carrega junto a si uma molécula de água;
  • BCAA - esses importantes aminoácidos são muito utilizados antes das atividades físicas como forma de “prevenir” o desgaste muscular, mas também podem ser usados durante o exercício e no pós-exercício, a fim de melhorar a reparação muscular;
  • glutamina - existem diferentes formas de tomar a glutamina. Alguns profissionais indicam o uso do aminoácido pela manhã em jejum, a fim de melhorar o funcionamento intestinal. Ela também pode ser usada no pós-treino, melhorando o processo de recuperação muscular ou a noite antes de dormir, agindo também na melhora do sistema imunológico;
  • whey protein - a whey protein normalmente é usada após as sessões de atividade física pelo seu alto poder de recuperação e reparação de fibras musculares. Porém, o suplemento também pode ser indicado pela manhã ou antes do treino;
  • hipercalórico - esse tipo de suplemento geralmente é usado mais de uma vez ao dia, já que o objetivo é fornecer um aumento de calorias. É comum o uso pela manhã e no período da tarde ou no pós-treino. Geralmente é usado com água e nos horários onde a pessoa se alimenta pior;
  • albumina - a proteína da clara do ovo possui uma digestão mais lenta e comumente é usada nas primeiras refeições do dia ou próximo ao horário de dormir;
  • caseína - a proteína do leite possui digestão lenta com absorção gradual pelo organismo. Seu consumo é feito preferencialmente pela manhã ou antes de dormir;
  • vitaminas e minerais - geralmente o consumo de vitaminas e minerais é feito junto com refeições maiores, pois algumas vitaminas são lipossolúveis (solúveis em gorduras). Os complexos vitamínicos minerais são normalmente consumidos no café da manhã, almoço ou janta;
  • maltodextrina - esse suplemento de carboidratos ajuda a fornecer energia rapidamente e pode ser consumido antes, durante ou após os treinos;
  • pré-treino - como o nome já diz, esse tipo de suplemento é usado antes dos treinamentos, cerca de 30 minutos a 1 hora antes. Isso ocorre porque geralmente as composições são ricas em substâncias que estimulam e promovem ânimo, foco e disposição e
  • termogênicos - são sempre consumidos pela manhã ou antes das atividades físicas, pois sua ação principal é acelerar o metabolismo.

Deixamos as dicas sobre consumo dos principais suplementos alimentares, mas vale lembrar que isso pode variar de acordo com a estratégia e plano alimentar proposto pelo profissional competente.

Onde comprar suplementos alimentares?

Sempre que você for comprar suplementos alimentares opte por lojas com atendimento especializado. Muitas lojas disponibilizam atendimento com profissional nutricionista e isso ajuda muito a não errar na hora de escolher o melhor suplemento.

Comprar suplementos alimentares é na Energia do Corpo! Sabe por quê? Aqui você encontra atendimento com nutricionista especializado em nutrição esportiva, sempre atualizado e preparado para passar a você as melhores recomendações. Comprar de forma segura e confiável é a melhor forma de garantir sua saúde.